Ele quebrou a regra para cumprir a Lei.



 

 

           

 Tears drops

A liberalidade da hora faz-me lembrar

de remir o tempo que ainda resta. 

A dor de amor é despedida, sei.

Ninguém suporta o intangível

Começar tudo outra vez.

Não primavera, afasta-te de mim!

Como suportarei perder de novo

tudo aquilo que nunca já tive?

Fujam de mim gotinhas

não me permito mais.

Vão rolar em outra face.

Sequem-se retrocedam.

Escusem afluentes de meus olhos.

Em face a inundar.

Quero viver sutilmente sem

teu carinho me tocar. 

ΞΞΞ ":◦.»ώ«.◦:"ΞΞΞ   

 

 

 


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: