Ele quebrou a regra para cumprir a Lei.


            Antídoto Para Conflitos

                           Por Robert J. Tamasy

             ΞΞΞ":◦.»ώ«.◦:"ΞΞΞΞΞΞ ":◦.»ώ«.◦:"ΞΞΞ

 

Você já assistiu a um "concurso de misses", em que se costuma perguntar às finalistas: “Se eleita, qual será um dos objetivos do seu reinado?” Invariavelmente alguma delas responde sem pestanejar: “Eu gostaria de trabalhar pela paz mundial!” Objetivo digno, sem dúvida, mas que de tão ingênuo e simplista, dá vontade de rir. Humanidade e conflito coexistem desde o princípio.

 

Você é capaz de citar algum período da História em que não houve algum tipo de guerra ou batalha? E as disputas interpessoais? Parece mais fácil voar sem ajuda de um aeroplano do que ver estabelecida a paz global.

 

O mundo empresarial e profissional não é exceção. Às vezes parece que o mercado de trabalho abriga mais conflitos que qualquer outro lugar. São empresas em luta mortal para conquistar os grandes clientes umas das outras; empregadores buscando maximizar a produtividade de seus empregados, ao mesmo tempo que oferecem a menor compensação e benefícios possíveis; colegas de trabalho competindo de forma agressiva, fazendo o que for necessário para ganhar uma promoção importante; concorrentes buscando ganhar vantagem pela descoberta de planos secretos uns dos outros.  

 

Mas onde encontrar paz? Certamente não através de boas intenções ou crendo que nossos desejos se realizarão. A Bíblia, onde Deus promete a Seus seguidores “a paz que excede todo entendimento”, apresenta sua parcela de conflitos. Apenas quatro capítulos de toda a Bíblia não relata conflitos: os dois primeiros capítulos de Gênesis (relato da criação) e os dois últimos capítulos de Apocalipse (promessa de novo céu e nova terra). 

 

Em meio ao caos e o conflito que permeiam a narrativa bíblica, Deus faz a extraordinária afirmação de que a verdadeira paz é alcançável. A Bíblia promete que podemos alcançar paz com Deus e uns com os outros. Consideremos algumas das coisas que a Bíblia diz sobre conflitos e paz: 

 

. Origem do conflito. A raiz de tudo, diz a Bíblia, está em insistirmos em ter as coisas de um único modo – do nosso modo. Queremos o que queremos e quando queremos e não importa como.

“De onde vêm as guerras e contendas que há entre vocês? Não vêm das paixões que guerreiam dentro de vocês? Vocês cobiçam coisas, e não as têm; matam e invejam, mas não conseguem obter o que desejam. Vocês vivem a lutar e a fazer guerras. Não têm, porque não pedem” (Tiago 4.1-2). 

 

. Sintoma do conflito. Quando ocorre conflito, geralmente lançamos culpa na direção oposta. Criticamos os outro, enquanto nos defendemos. “Não julguem, para que vocês não sejam julgados. Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados;  e a medida que usarem, também será usada para medir vocês. Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho? Como você pode dizer ao seu irmão: ‘Deixe-me tirar o cisco do seu olho’, quando há uma viga no seu? Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão" (Mateus 7.1-5). 

 

. Solução para o conflito. Freqüentemente tentamos “manter a paz” ignorando o conflito ou com algum tipo de arranjo. Contudo, os sentimentos hostis permanecem. O melhor não é simplesmente fazer arranjos para uma acomodação, mas para uma reconciliação ― cura e restauração de um relacionamento. “Portanto, se você estiver apresentando a sua oferta diante do altar e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta ali, diante do altar, e vá primeiro reconciliar-se com seu irmão; depois volte e apresente sua oferta” (Mateus 5.23-24).

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: