Ele quebrou a regra para cumprir a Lei.

Toque de Amor


 

Amar é um verbo. Toque.

¸.•“´¸.•“´`“•.¸`“ •.¸
`•.¸ ☆☆`•.¸.
     

 

 

Mas o anjo lhe disse: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de João.

E terás prazer e alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento,

Porque será grande diante do Senhor, e não beberá vinho, nem bebida forte, e será cheio do Espírito Santo, já desde o ventre de sua mãe.

E converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus,

E irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, para converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos, com o fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto.

Lc 1:13-17

 

Analisando as palavras do Gabriel, mensageiro do Senhor, passamos a compreender o que Deus espera de um homem que se converte:

  converter os corações dos pais aos filhos – muitos dos pais não amam seus filhos, para lhes ensinar os caminhos e mandamentos de Deus. Em suma, um correto relacionamento familiar mediante a entrega de sua vida ao senhorio de Cristo, leva os pais ao compromisso de orar e ensinar com suas práticas a seus filhos;

 

– levar os rebeldes à prudência dos justos, isto é, tornarem-se irrepreensíveis diante de Deus e dos homens;

 

– assim o povo torna-se bem disposto, apto ao chamado para se tornar um Filho de Deus.

 

Nada complicado, pergunto-me: Porque complicamos tanto, com filosofias, crendices, práticas questionáveis, heresias que dividem o Corpo de Cristo a respeito do Caminho Santo?

 

Assim que Jesus é tentado e inicia-se seu Ministério, seu primeiro ato é a transformação da água em vinho, após, toca e  cura a sogra de Pedro, também com toque de amor cura o leproso. Deus estabeleceu a Lei para proveito do homem, e não tocar o leproso impedia que houvesse a transmissão da doença, portanto uma Lei de prevenção, e Jesus quebra a regra, e arrisca-se, a se tornar imundo diante dos olhos dos homens, para cumprir a Lei do Amor.

 

Fitando ele, o homem com as chagas da lepra, conhece o vazio daquele coração, move-se de íntima compaixão, e o toca, de seu Amor sai Virtude, e o leproso fica limpo, é curado.

 

Para sermos pescadores de homens precisamos sentir a dor desses homens, e movidos de íntima compaixão desejar ardentemente a cura e libertação dos pecados; repousar nosso olhar na ferida oculta de seus corações, compreendê-las, não recriminando, intercedendo para que o Espírito Santo, o Consolador, cumpra o propósito de Deus em suas vidas e os cure, em Nome de Jesus, porque somos suas testemunhas, não pelas nossas justiças, mas pela Sua Misericórdia Senhor, sem a qual não teríamos Amor para dar.

 

Assim seja.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: