Ele quebrou a regra para cumprir a Lei.


 

Dons e Talentos são para a

Edificação da Igreja

 

         

                                                    FOTO: FFFFOUND!

Sempre tive muitos talentos artísticos, graças a Deus, alguns natos outros recebi após minha conversão ao cristianismo e outros porque, transpiro muito, antes de me inspirar, batalho, pesquiso, fuço para criar.

 

Não quero me auto-promover, muitos dos amigos, não acreditam porque com tantos dons, me reservo ao anonimato. Não assino a maioria de meus trabalhos.

 

Acho que nasci cantando, mamãe falou que aos nove meses comecei a falar e não parei mais, gostava de imitar a Ângela Maria, aos dois anos de idade participei de um show de calouros, cantando: Ao ver passar as andorinhas, não me lembro da música, lembro-me que punha a camisola da mamãe e quando chegava visita, lá estava eu me apresentando.

 

Depois mudamos de casa, e lá tinha um murinho subia no muro e me apresentava, cantava o dia inteiro, punha o som no último cantava desde Elis Regina até Led Zeppelin.

 

Amei quando a Nina Hagen apareceu fazendo aqueles malabarismos com a voz e eu macaqueando, ou tentando, enfim.

 

Meu primeiro namorado cantava num “conjunto”, nome que se dava na época para bandas que tocavam em bailes: Apollo 2001, famoso na região.

 

Nós, eu e ele, quando tínhamos oportunidade estávamos com violão e cantando, juntos dos amigos, ele era supersensível, e romântico, suas cartas eram poemas à mulher amada: eu.

 

Onde quero chegar, nunca; nunca; atrevi-me a pedir um espaço na Banda, parece que me guardava para melhor oportunidade, não podia me misturar.

 

Um tanto purista, todos sabiam do meu potencial, mas, não, aquilo não era pra mim. Sempre tratada como bibelô: família, amigos, até meus amigos adés (um dia conto essa história preciso de autorização do SENHOR para falar).

 

A espera foi compensada pela honra porque a primeira vez que cantei em banda atendia ao Chamado do SENHOR JESUS! Para ELE me guardava.

 

Internet, amigos na rede, diante dos meus defeitos e erros vários, e  virtudes também, não posso me apresentar em certos lugares, não quero ser conhecida em alguns meios, por nenhum dos talentos que tenho.

 

Aguardo ou guardo para aqueles a quem fui enviada, se é que posso dizer assim de meu mini-stério, porque ainda é muito mini, não depende de mim.

 

Não quero provar nada pra ninguém, já passei dessa fase; gosto de me arriscar, se não o faço é porque vivo por aquEle que me chamou da morte, e ao dar um passo fora de sua jurisdição sinto-me como quem está indo para um tribunal a qual sentença já conheço: culpada.

 

Como sopro passa a vida. Da mesma forma que esses dons do Espírito são dados para edificação do Corpo, o SENHOR não divide sua Glória com ninguém. (Is 42:8)

 

Amém.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: