Ele quebrou a regra para cumprir a Lei.


 

A que vieste amigo?

 

 

Se convém gloriar-me, gloriar-me-ei no que diz

respeito à minha fraqueza.

2 Co 11:30

 

 

 

Desde minha conversão ao cristianismo aprendi que a Palavra de Deus se cumpre, principalmente no que diz respeito a vingança: “Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor”. Rm 12:19. E também: “Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo”. Hb 10:31

 

Quando Davi foi perseguido por seu filho Absalão, ele e seus valentes, hábeis na arte da guerra destemidos na batalha, acompanhando a fuga de Davi, foram humilhados e apedrejados por um homem da tribo de Benjamim: Simei.

 

Naquele momento Simei tinha autoridade para fazer acusações e bradar e gritar e esbaforir sua tentativa de vingança pela causa de Saul, a mesma autoridade que teve Pôncio Pilatos em crucificar a Jesus, a qual naquele momento tinha sido concedida do alto, como bem o disse o Senhor, que não pecou jamais; ao contrário de Davi que havia adulterado e mandado Urias para a frente de batalha e estava sendo vingado.

 

Deus é o mesmo, ontem, hoje e sempre, Ele não muda, permitiu que os amigos de Jó o acusassem ao invés de o consolar, mas quanto ao ouvir a oração só a de Jó,  e não a de seus “amigos”.

 

A Igreja tem que interceder, amar, chorar, orar pelos inimigos, ordem de Jesus, e às vezes nos aproximamos tanto deles na intenção de os livrar das mãos de Deus, do Deus vivo.  Pensando: eles irão se converter com nossa intercessão. Com nossa amizade, enfim…

 

Infelizmente, várias foram as vezes que vi os confrontadores cairem nas mãos do Senhor, e não sobrou muita coisa para falar, porque tudo se fez novo. É tão estranho, pessoas de meu convívio, que se apartaram quando me encontro com elas, não vêm à cabeça seus nomes, ou um mero sentimento, nem ódio, nem amor, nem nada, nulos, apagados, nada, como se tivessem sido riscados da Presença de Deus!

 

Não estou querendo fantasiar, é o que realmente tenho visto nestes meus doze anos de vida cristã.  

 

O pior é que tentei inúmeras vezes avisar, mas não fui ouvida, e assim o príncipe deste século cega o entendimento dos incrédulos.

 

Vem à minha mente  um sentimento de dor, quando Jesus diz para Judas: “A que vieste amigo?”

 

A minha oração é:

Senhor Jesus, por favor, seja tardio em irar para com aqueles que ainda nutro um fio de esperança por suas conversões.

 

Em Teu Nome.

 

Amém.

 

 

♥U 

Anúncios

Comentários em: "A que vieste amigo?" (1)

  1. Grupo Vocal Lehashiv disse:

     A paz do Senhor!!! Neste dia que ELE nos fez felicito pelo o Dia do Amigooooo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: