Ele quebrou a regra para cumprir a Lei.




 

 

O Leão e  a Fidelidade

 

 

 

Aproveitando o romantismo no blog esta semana, nada programado, quero lembrar aos casados, noivos, namorados ou apaixonados, e principalmente àqueles que buscam a face de Deus e seguir as orientações do Mestre Jesus; que na bênção dada por Jacó a seus filhos a unção de liderança e reinado recaiu sobre Judá, e Jesus é o Leão desta Tribo. Isto é, o Rei dos reis. 

 

 

Metáforas  são figuras de linguagem em que um termo substitui outro em vista de uma relação de semelhança entre os elementos que esses termos designam.

 

 


Em média, o leão, quando cresce, pesa cerca de 250 kg e mede 2 metros de comprimento mais a cauda e 1 metro de altura. Por isso é chamado o rei da selva. 

 

 

Leão Jovem

 

Os leões jovens são ferozes e atacam o homem sem nenhuma provocação, pois estão acometidos de uma crise de agressividade. Mas são rapidamente capturados por caçadores. Os que não são capturados, logo adquirem hábitos mais calmos quando termina a adolescência.

 

 

Fiel até morrer

 

Aos dois ou três meses de idade, o leão chega a plenitude de sua força. No vigor da juventude é agressivo, ágil e feroz. Dedica-se com crueldade aos prazeres da caça.´

 

 

Mas um dia, é chamado pelo amor.

 

 

Torna-se melancólico. Rebanhos de antílopes e zebras passam pela sua frente e ele não se perturba.

 

 

Pode até conviver algum tempo com eles, em boa paz.

 

 

Nesse momento tudo o que lhe interessa, é encontrar a leoa de seus sonhos… Procura-a em toda parte, até que finalmente a encontra. Passeia em sua frente, exibi-lhe a bela juba recém-crescida, seu orgulho.

 

 

Depois que acasalam, nenhuma outra leoa o atrai – é fiel até o fim da vida. Mesmo que sua esposa morra ou seja capturada, o leão não procura outra. A leoa viúva ou separada, fica solitária até morrer.  (que lindo!)

 

 

Para que as futuras gerações existam a família tem que ser edificada em virtude, fidelidade, amor e respeito entre os casais.

 

 

Jesus  o Leão da Tribo de Judá, o Rei dos reis, com fidelidade à sua Noiva, nós a Igreja, a fim de restaurar a honra de sermos chamados filhos de Deus, cumpriu sua missão até a morte, e morte de cruz. E assim ensinou ao homem amar a sua esposa e a esposa a ser submissa ao seu marido.

 

 

No post abaixo estou fazendo uma brincadeira de como nós mulheres somos vistas pelos homens e vice-versa,  infelizmente, a guerra dos sexos é um comércio muito lucrativo para alguns segmentos:  revistas masculinas, advogados, indústria de móveis e imobiliárias,  desacreditar o casamento e os relacionamentos entre homens e mulheres é o filão do mercado e que a mídia diz, amém. 

 

 

Por outro lado, não há nada de concreto refletindo o crescimento das Igrejas, em que a face do Criador seja vista!

 

 

Teria Mamom assumido os púlpitos?

 

 

Minha oração é: Senhor oriente seus líderes a praticarem e pregarem todos os aspectos dos ensinamentos de Jesus, o Cristo.

 

 

No Nome dEle eu oro.

 

 

Amém.  

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: