Ele quebrou a regra para cumprir a Lei.

Posts marcados ‘Notícias e política’

ESPECIAL-Crescimento brasileiro cria nova geração de milionários


 

ESPECIAL

Crescimento brasileiro cria

nova geração de milionários

Por Todd Benson

 

  FOTO: FFFFOUND!

 

 

 

SÃO PAULO (Reuters) – Quando Fabio Calderaro era um cadete de 23 anos da academia militar em 2000, ele investiu pouco mais de 3 mil reais no mercado acionário.

 

No início, o valor de seu investimento caiu. Mas à medida que ganhou mais conhecimento sobre o mercado, sua sorte mudou –de tal forma que poucos anos depois deixou o Exército e começou a viver de seus ganhos.

 

Quando tinha 29 anos, Calderaro tinha muito mais que um milhão de reais graças às apostas em ações de metalúrgicas, mineradoras e bancos no momento em que a economia brasileira decolava após décadas de baixo crescimento. Desde então, sua fortuna aumentou, confirmando seu status de membro do clube brasileiro de novos ricos.

 

"Eu estava no lugar certo na hora certa", disse Calderaro, que hoje tem 31 anos e apresenta seminários sobre o mercado acionário quando não está gerenciando sua própria carteira. "Tudo isso foi possível por causa da economia."

 

Graças ao rápido avanço das commodities e do crédito, o Brasil está crescendo e tirando milhões da condição de pobreza em um país mundialmente conhecido por sua desigualdade. No topo dessa onda, surfando em um mercado acionário que triplicou em quatro anos, existe uma porção de milionários como Calderaro sendo criados a um ritmo alucinante –pelo menos 23 mil no último ano.

 

Apenas Índia e China criaram milionários num ritmo mais rápido que o Brasil em 2007, segundo relatório do Merrill Lynch e Capgemini sobre a riqueza mundial. O número de brasileiros com mais de um milhão de dólares saltou 19,1 por cento no último ano, para mais de 143 mil, ante crescimento de 10 por cento em 2006.

 

O clube brasileiro dos bilionários também está crescendo em ritmo inédito. Segundo pesquisa da revista Exame, pelo menos 14 brasileiros se tornaram bilionários no último ano, quase cinco vezes mais que o crescimento de 2006.

 

Como Calderaro, muitos ganharam com a bolsa de valores, entrando na onda de ofertas públicas iniciais (IPO, na sigla em inglês). Um recorde de 62 empresas abriram capital no último ano no Brasil.

 

A moda do IPO perdeu força este ano devido à turbulência nos mercados globais, mas agora parece dar sinais de recuperação. No mês passado, a OGX Petróleo e Gás Participações levantou 4,1 bilhões de dólares no maior IPO da história do mercado brasileiro, com investidores fazendo fila para conseguir parte da riqueza do petróleo recém encontrado na costa do país.

 

A OGX é uma empresa do empresário bilionário Eike Batista, cuja fortuna cresceu nos últimos anos. Um ex-campeão de corrida de barcos a motor que possui uma Mercedes-Benz SLR McLaren estacionado em sua sala de estar, Batista diz abertamente que seu objetivo é se tornar o homem mais rico do mundo em cinco anos.

 

 

ROUPAS DA MODA E AVIÕES PRIVADOS

 

Não existe lugar onde o salto de renda é mais aparente do que em São Paulo, a capital financeira e maior cidade do país. Num sábado recente, as lojas da Oscar Freire estavam tão cheias que os compradores quase se debatiam pelas peças de roupas da última moda.

 

Shoppings especializados para ricos estão sendo inaugurados por todo o país, com butiques exclusivas como Giorgio Armani e Hermes. As vendas de novos carros estão batendo recordes mês após mês, e apartamentos de luxo brotam em massa.

 

Segundo um estudo recente da firma de consultoria MCF, o mercado de bens de luxo no Brasil cresceu 17 por cento no último ano, gerando 5 bilhões de dólares em vendas. A economia como um todo, em contraste, cresceu 5,4 por cento.

 

"Não está lá ainda, mas o Brasil está a caminho de se tornar um mercado prioritário para as marcas de luxo", disse Carlos Ferreirinha, fundador da MCF e ex-presidente da Louis Vuitton no Brasil.

 

O crescimento do número de indivíduos de alta renda também deu impulso para fabricantes de helicópteros e aviões privados. A Embraer está vendendo tanto seu pequeno avião empresarial Phenom no Brasil que a empresa espera que ele se torne em breve maioria na frota nacional de aviões privados.

 

A venda de helicópteros está crescendo quase 13 por cento ao ano. O mercado mais aquecido é a cidade do tráfego travado de São Paulo, onde já existem mais de 500 helicópteros, uma das maiores frotas urbanas do mundo.

 

A TAM Taxi Aéreo Marília, companhia de taxi aéreo e representante de vendas do Cessna e do Bell Helicopter, costumava atender os pedidos em menos de um ano. Agora clientes precisam esperar até quatro anos por um helicóptero novo.

 

"Em todos os meus anos no negócio, nunca vi demanda tão forte", disse Rui Aquino, presidente-executivo da empresa.

 

Mas nem todos os novos membros do clube brasileiro de milionários são grandes gastadores. Calderaro, o "cadete-investidor", ainda vive em um apartamento alugado e prefere investir seu dinheiro na bolsa de valores a gastá-lo em carros exuberantes e casas na praia.

 

"Minha mãe gosta de dizer que sou econômico, e não um pão-duro", disse. "Eu acho que eu tenho mais prazer em ganhar dinheiro no mercado do que em gastá-lo."

 

 

De coração desejo prosperidade a todos nós
brasileiros, a questão é:
"o amor ao dinheiro é a raiz de todo o mal".
Escraviza.
Analisando a fala destes homens 
percebo quem é o dono de quem.
Não é julgamento apenas constatação.
A boca fala do que está cheio o coração.
 
Mas Deus lhe disse:
Louco! esta noite te pedirão a tua alma;
e o que tens preparado, para quem será? 
Lc 12:20
 
 As melhores coisas da vida não são coisas…
 

QI alto e soberba


 

Estudo relaciona descrença religiosa a QI alto

 

 

A pesquisa reúne evidência apresentada em outros estudos.

Um artigo de pesquisadores europeus, que será publicado na revista acadêmica Intelligence em setembro, defende a tese de que pessoas com QI (Quociente de Inteligência) mais alto são menos propensas a ter crenças religiosas.

 

O texto é assinado por Richard Lynn, professor de psicologia da Universidade do Ulster, na Irlanda do Norte, em parceria com Helmuth Nyborg, da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, e John Harvey, sem afiliação universitária.

 

Lynn é autor de outras pesquisas polêmicas, entre elas uma sugerindo que os homens são mais inteligentes do que as mulheres.

 

A conclusão é baseada na compilação de pesquisas anteriores que mostram uma relação entre QIs altos e baixa religiosidade e em dois estudos originais.

 

Em um desses estudos, os autores compararam a média de QI com religiosidade entre países.

 

No outro estudo, eles cruzaram os resultados de jovens americanos em um teste alternativo de habilidade intelectual (fator g) com o grau de religiosidade deles.

 

Na pesquisa entre países, os pesquisadores analisaram média de QI com o de religiosidade em 137 países. Os dados foram coletados em levantamentos anteriores.

 

Os autores concluíram que em apenas 23 dos 137 países a porcentagem da população que não acredita em Deus passa dos 20% e que esses países são, na maioria, os que apresentam índices de QI altos.

 

Exceções

 

Os pesquisadores dividiram os países em dois grupos.

 

No primeiro grupo, foram colocados os países cujas médias de QI são mais baixos, variando de 64 a 86 pontos. Nesse grupo, uma média de apenas 1,95% da população não acredita em Deus.

 

No segundo grupo, onde a média de QI era de 87 a 108, uma média de 16,99% da população não acredita em Deus.

 

Os autores argumentam que há algumas exceções para a conclusão de que QI alto equivale a altas taxas de ateísmo.

 

Eles citam, por exemplo, os casos de Cuba (QI de 85 e cerca de 40% de descrentes) e Vietnã (QI de 94 e taxa de ateísmo de 81%), onde há uma porcentagem de pessoas que não acreditam em Deus maior do que a de países com QI médio semelhante.

 

Uma possível explicação estaria, segundo os autores, no fato de que "esses países são comunistas nos quais houve uma forte propaganda ateísta contra a crença religiosa".

 

Outra exceção seriam os Estados Unidos, onde a média de QI é considerada alta (98), mas apenas 10,5% dizem não acreditar em Deus, uma taxa bem mais baixa do que a registrada no noroeste e na região central da Europa – onde há altos índices médios de QI e de ateísmo.

 

Lynn diz que uma explicação para o quadro verificado nos Estados Unidos pode estar no fato de que "há um grande influxo de imigrantes de países católicos, como México, o que ajuda a manter índices altos de religiosidade".

 

Mas ele reconhece que mesmo grupos que emigraram para os Estados Unidos há muito tempo tendem a ter crenças religiosas fortes e diz que, simplesmente, não consegue explicar a realidade americana.

 

Generalização

 

Os autores argumentam que essa relação entre QI e descrença religiosa vem sendo demonstrada em várias pesquisas na Europa e nos Estados Unidos desde a primeira metade do século passado.

 

Eles citam, também, uma pesquisa de 1998 que mostrou que apenas 7% dos integrantes da Academia Nacional Americana de Ciências acreditavam em Deus, comparados com 90% da população em geral.

 

Lynn admitiu à BBC Brasil que os resultados apontam para uma "generalização" e que há pessoas com QI alto que têm crenças religiosas fortes.

 

Segundo ele, há vários fatores, como influência familiar ou pressão social, que influenciam a religiosidade das pessoas.

 

"Nós temos que diferenciar a situação hoje com outros períodos da história. As pessoas tendem a adotar uma atitude de acordo com a sociedade em que vivem. Hoje em dia, na Grã-Bretanha e em outros países europeus, não há tanta pressão da sociedade para que você acredite em Deus", afirma.

 

Uma das hipóteses que o estudo levanta para tentar explicar a correlação entre QI e religiosidade é a teoria de que pessoas mais inteligentes são mais propensas a questionar dogmas religiosos "irracionais".

 

Dúvidas

 

O professor de psicologia da London School of Economics, Andy Wells, porém, levanta questões sobre a tese.

 

"A conclusão do professor Lynn é de que um QI alto leva à falta de religiosidade, mas eu acredito que é muito difícil ter certeza disso", afirma.

 

De acordo com Wells, vários estudos já demonstraram que pessoas com níveis de QI altos tendem a ter níveis de educação mais altos.

 

"E quanto mais educação as pessoas têm, é mais provável que elas tenham acesso a teorias alternativas de criação do mundo, por exemplo", afirma Wells.

 

O jornal de psicologia Intelligence, publicado na Grã-Bretanha, traz pesquisas originais, estudos teóricos e críticas de estudos que "contribuam para o entendimento da inteligência". Acadêmicos de universidades de vários países fazem parte da diretoria editorial.

 

BBCBrasil

 

Quanto mais letra menos espírito, nesta pesquisa não há nenhuma novidade que já não tenha sido escrita na Bíblia. 

 

Portanto: A LETRA MATA, O ESPÍRITO VIVIFICA.

 

Um paraíso na Terra


 

Um Paraíso na Terra

 

“E disse Deus: produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente esteja nela sobre a terra. E assim foi.” (Gn 1:11)

            

 

Todos nós temos uma responsabilidade que transcende partido político, religião ou ideologia. Moramos num dos últimos redutos de Mata Atlântica natural de nosso país! Nada é por acaso.

 

O governador do Paraná, Roberto Requião, assinou recentemente um acordo com a Alemanha para o plantio de 100 mil mudas de árvores de mata ciliar nativa da Mata Atlântica paranaense (mata ciliar é a vegetação encontrada às margens de córregos, nascentes represas, lagos e rios), o que resultará em 100 hectares. Estima-se que 1 hectare de mata seqüestra cinco toneladas de carbono por ano, o que atua como adjuvante na contenção do aquecimento global.

 

No nosso litoral nós ainda podemos atuar de forma preventiva e não corretiva. Precisamos agir enquanto é tempo, e rápido!

Quando a floresta que protege as encostas íngremes é removida, a taxa de erosão do solo aumenta em conseqüência das chuvas pesadas. O aumento do fluxo de água que escorre pelas encostas desnudas causa erosão do solo e assoreamento de rios, causando grande dano ambiental, muitas vezes irreversível.

 

A Igreja Ágape passa a adotar papel reciclado em nosso Informágape e em toda a correspondência e material impresso interno, pois acreditamos que a preservação de uma só árvore traz grande benefício ao meio ambiente. O papel reciclado em nosso país é mais caro (só um pouco), o que aumentará nossos custos, mas essa é uma conta que cabe a nós pagarmos, pois se utilizarmos sem parcimônia o papel comum, a conta ficará para nossos filhos, na forma de um desastre natural que já se avizinha!

 

Estamos também criando um novo ministério: REINA Ubatuba, que auxiliará na educação ambiental e na manutenção de um ambiente saudável e sustentável em nossa bela Ubatuba.

 

O Projeto Reciclar, implantado na Ágape no final de março deste ano, tem envolvido cada vez mais as famílias da igreja, e o ato de separar em casa todo o lixo que é reciclável tem se tornado um hábito, como já ocorre nos países de primeiro mundo. A coleta está sendo feita nas dependências do estacionamento do Templo da Ágape, e é impressionante ver o volume de lixo recolhido semanalmente, que de outra forma estaria sendo enviado para o lixão de nossa cidade, que como todos sabemos já está sobrecarregado!

 

Vamos cumprir o amor de Cristo, trabalhando com zelo e assumindo cada vez mais um compromisso socioambiental! O povo da Ágape é apaixonado pelo que faz e busca a permanente superação para abençoar de alguma forma as famílias de nosso  círculo de influência.

 

Se você tem alguma dúvida ou sugestão, por favor me escreva: ap.alexandre@agapeuba.org.br, e terei prazer em entrar em contato!

 

Que o SENHOR seja contigo!

 

Alexandre Nunes, ap.

Igreja Apostólica Ágape

Cumprindo o Amor de Cristo

 

Rainha de Sabá – Arqueólogos encontram Palácio


 

 

Arqueólogos alemães encontram palácio da rainha de Sabá na Etiópia

  Abrir

Berlim, 8 mai (EFE).- Arqueólogos alemães encontraram os restos do palácio da lendária rainha de Sabá na localidade de Axum, na Etiópia, e revelaram assim um dos maiores mistérios da Antigüidade, segundo anunciou a Universidade de Hamburgo.

 

"Um grupo de cientistas sob direção do professor Helmut Ziegert encontrou durante uma pesquisa de campo realizada nesta primavera européia o palácio da rainha de Sabá, datado do século X antes de nossa era, em Axum-Dungur", destaca o comunicado da universidade.

 

A nota diz que "nesse palácio pode ter ficado durante um tempo a Arca da Aliança", onde, segundo fontes históricas e religiosas, foram guardadas as tábuas com os Dez Mandamentos, que Moisés recebeu de Deus no Monte Sinai.

 

Os restos da casa da rainha de Sabá foram achados sob o palácio de um rei cristão.

 

"As investigações revelaram que o primeiro palácio da rainha de Sabá foi transferido pouco após sua construção, e levantado de novo orientado para a estrela Sirius", dizem os cientistas.

 

Os arqueólogos acreditam que Menelik I, rei da Etiópia e filho da rainha de Sabá e do rei Salomão, foi quem mandou construir o palácio em seu lugar definitivo.

 

Os arqueólogos alemães disseram que havia um altar no palácio, onde provavelmente ficou a Arca da Aliança, que, segundo a tradição, era um cofre de madeira de acácia recoberto de ouro.

 

As várias oferendas que os cientistas alemães encontraram no lugar onde provavelmente ficava o altar foram interpretadas pelos pesquisadores como um claro sinal de que a relevância especial do lugar foi transmitida ao longo dos séculos.

 

A equipe do professor Ziegert estuda desde 1999, em Axum, a história do início do reino da Etiópia e da Igreja Ortodoxa Etíope.

 

"Os resultados atuais indicam que, com a Arca da Aliança e o judaísmo, chegou à Etiópia o culto a Sothis, que foi mantido até o século VI de nossa era", afirmam os arqueólogos.

 

O culto, relacionado à deusa egípcia Sopdet e à estrela Sirius, trazia a mensagem de que "todos os edifícios de culto fossem orientados para o nascimento da constelação", explica a nota.

  Yahoo

Marcha para quem?


 

""""""""""""""""""""""      
 
¤¤.:’‘:.¤¤      
эїє
""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""

O que significa a palavra heresia?
Não é o que o blog No Mínimo está falando (sobre a crítica a favor da proibição da Marcha para Jesus na Av. Paulista em São Paulo), e sim grupos que formam conlúios (divisões) dentro da congregação.

O rótulo evangélicos está gasto, esgotado por causa dos "intere$$es de alguns homens" que não zelam pelo conhecimento do poder do NOME que está acima de todo nome: JESUS O CRISTO.
Obedecer o evangelho é a boa-nova; é o que ressuscita, a chave da vida  e da morte  nas mãos de Cristo.
Rótulos denigrem e envergonham o NOME DE DEUS, não há nada que possa representá-LO na terra, no mar, no ar, ou debaixo da terra.
O mundo não se converte por causa dos "filhos" de Deus, e pela ausência de vislumbre fora do ciclo do tempo, evangelho de resultados, ecoa ao som do "din…din"  das camisetas, chaveiros, bonés, livros, com a marca Jesus, um marketing  fuleiro.
 
Não a criatividade própria do PAI, rara no nosso meio que dá nojo, se Jesus estivesse aqui teria virado a mesa dos cambistas, com certeza.
Infelizmente, a história se repete.
Peço a Deus que nunca caia nessa armadilha entrando para esse esquema podre.
Em Nome de JESUS, amém.

"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""

 

POR QUÊ O TEMPO PARECE ACELERAR?


 

  Porque o Tempo parece acelerar? 
 ΞΞΞ":◦.»ώ«.◦:"ΞΞΞ   ΞΞΞ ":◦.»ώ«.◦:"ΞΞΞ   

            Airton Luiz Mendonça (Artigo do Estadão)

O cérebro humano mede o tempo por meio da observação dos movimentos.

 

Se alguém colocar você dentro de uma sala branca vazia, sem nenhuma mobília, sem portas ou janelas, sem relógio… você começará a perder a noção do tempo.

 

Por alguns dias, sua mente detectará a passagem do tempo sentindo as reações internas do seu corpo, incluindo os batimentos cardíacos, ciclos de sono, fome, sede e pressão sanguínea.

 

·               Então… Quando tempo suficiente houver passado, você perderá completamente a noção das horas, dos dias… ou anos.

 

·               Estou exagerando para efeito didático, mas em essência é o que ocorreria. Isso acontece porque nossa noção de passagem do tempo deriva do movimento dos objetos, pessoas, sinais naturais e da repetição de eventos cíclicos, como o nascer e o pôr do sol.

 

·               Se alguém tirar estes sinais sensoriais da nossa vida, simplesmente perdemos a noção da passagem do tempo.
Compreendido este ponto, há outra coisa que você tem que considerar: nosso cérebro é extremamente otimizado.

 

·               Ele evita fazer duas vezes o mesmo trabalho.

Um adulto médio tem entre 40 e 60 mil pensamentos por dia.
Qualquer um de nós ficaria louco se o cérebro tivesse que processar conscientemente tal quantidade.

 

·               Por isso, a maior parte destes pensamentos é automatizada e não aparece no índice de eventos do dia. Para que não fiquemos loucos, o cérebro faz parecer que nós não vimos, não sentimos e não vivenciamos aqueles pensamentos automáticos, repetidos, iguais.
Por isso, quando você vive uma experiência pela primeira vez, ele dedica  muitos recursos para compreender o que está acontecendo.

 

·               É quando você se sente mais vivo.

 

·               Conforme a mesma experiência vai se repetindo, ele vai simplesmente colocando suas reações no modo automático e "apagando" as experiências duplicadas. Se você entendeu estes dois pontos, já vai compreender porque parece que o tempo acelera, quando ficamos mais velhos e porque os Natais chegam cada vez mais rapidamente.

 

·               Quando começamos a dirigir, tudo parece muito complicado, o câmbio, os espelhos, os outros veículos… nossa atenção parece ser requisitada ao máximo.

 

·               Então, um dia dirigimos trocando de marcha, olhando os semáforos, lendo os sinais ou até falando ao celular (proibido no Brasil), ao mesmo tempo.

 

·               E você usa apenas uma pequena "área" da atenção para isso.
Como acontece? Simples: o cérebro já sabe o que está escrito nas placas (você não lê com os olhos, mas com a imagem anterior, na mente);

 

·               O cérebro já sabe qual marcha trocar (ele simplesmente pega suas experiências passadas e usa, no lugar de repetir realmente a experiência).

 

Em outras palavras, você não vivenciou aquela experiência, pelo menos para a mente.

 

·               Aqueles críticos segundos de troca de marcha, leitura de placa…

·               São apagados de sua noção de passagem do tempo…

·               Porque estou explicando isso?

·               Que relação tem isso com a aparente aceleração do tempo?

 

·               Tudo.
A primeira vez que isso me ocorreu foi quando passei três meses nas
florestas de New Hampshire, Estados Unidos, morando em uma cabana.

 

·               Era tudo tão diferente, as pessoas, a paisagem, a língua, que eu tinha dores de cabeça sempre que viajava em uma estrada, porque meu cérebro ficava lendo todas as placas (eu lia mesmo, pois era tudo novidade, para mim).

 

·               Foram somente três meses, mas ao final do segundo mês eu já me sentia como se estivesse há um ano longe do Brasil.

 

·               Foi quando comecei a pesquisar a razão dessa diferença de percepção.

 

Bastou eu voltar ao Brasil e o tempo voltou a "acelerar".

·               Pelo menos, assim parecia.

·               Veja, quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida.

 

·               Conforme envelhecemos, as coisas começam a se repetir — as mesmas ruas, pessoas, problemas, desafios, programas de televisão, reclamações… enfim… as experiências novas (aquelas que fazem a mente parar e pensar de verdade, fazendo com que seu dia pareça ter sido longo e cheio de novidades), vão diminuindo.

 

·               Até que tanta coisa se repete que fica difícil dizer o que tivemos de novidade na semana, no ano ou, para algumas pessoas, na década.

 

Em outras palavras, o que faz o tempo parecer que acelera é a… 

r-o-t-i-n-a.
Não me entenda mal.

A rotina é essencial para a vida e

aperfeiçoa muita coisa,
mas a maioria das pessoas ama tanto a rotina que,

ao longo da vida, seu diário acaba sendo um livro de um só capítulo, repetido todos os anos.

O ANTÍDOTO PARA A ACELERAÇÃO DO TEMPO:

                                    "M &M"

 

Felizmente há um antídoto: Mude e Marque.

Mude, fazendo algo diferente e marque,

fazendo um ritual, uma festa ou registros com fotos.

 

·               Mude de paisagem, tire férias com a família (sugiro que você tire férias sempre e,  preferencialmente, para um lugar quente, um ano, e frio no seguinte) e marque com fotos, cartões postais e cartas.

 

·               Tenha filhos (eles destroem a rotina) e sempre faça festas de aniversário para eles, e para você (marcando o evento e diferenciando o dia);

 

·               Use e abuse dos rituais para tornar momentos especiais diferentes de momentos usuais.

 

·               Faça festas de noivado, casamento, 15 anos, bodas disso ou daquilo, bota-foras, participe da formatura de sua turma, visite parentes distantes, vá a uma final de campeonato, entre na universidade com 60 anos, troque a cor do cabelo, deixe a barba, tire a barba, compre enfeites diferentes no Natal, ou faça os enfeites com frutas da região e a participação das crianças, vá a shows, cozinhe uma receita nova, tirada de um livro novo.

 

·               Escolha roupas diferentes, não pinte a casa da mesma cor — faça diferente.

 

·               Beije diferente sua paixão e viva com ela momentos diferentes. Vá a mercados diferentes, leia livros diferentes, busque experiências diferentes. Seja diferente.
Se você tiver dinheiro, especialmente se já estiver aposentado, vá com seu marido, esposa ou amigos para outras cidades ou países, veja outras  culturas, visite museus estranhos, deguste pratos esquisitos… em outras palavras… V-I-V-A.

 

·               Porque se você viver intensamente as diferenças, o tempo vai parecer mais longo.

 

·               E se tiver a sorte de estar casado(a) com alguém disposto(a) a viver e buscar coisas diferentes, seu livro será muito mais longo, muito mais interessante e muito mais v-i-v-o… do que a maioria dos livros da vida que existem por aí.

 

·               Se você não tiver mais a esposa,ou o marido, cerque-se de amigos.

 

·               Amigos com gostos diferentes, vindos de lugares diferentes, com religiões diferentes e que gostam de comidas diferentes.
Enfim, acho que você já entendeu o recado, não é?

 

·                Boa sorte em suas experiências para expandir seu tempo, com qualidade, emoção, rituais e vida.

%d blogueiros gostam disto: